Text concordance

Please read the notes on Using the text concordance if you have not already done so.

If you just want to find a cantiga from the first few words of the lyrics, try the Index by incipit instead.

Cantigas processed: 420

Total lines: 21656

Total words: 162243

Total distinct word forms: 10220

Alphabetical index: A | B | C | D | E | F | G | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | X | Z

Word:    Show references: always for single word results never   
1 word formCountReferences
SEMPRE250
B:26que queno á sempre per i mais val;
6:63e que ouvéra tal sono | que sempre depois dormira,
8:12un séu lais sempre dizía, | per quant' ên nós aprendemos.
9:2sempre, noit' e día,
9:35da que sempre guía
17:1Sempre seja bẽeita e loada
18:22sempre creceron
18:28sempre ll' escaecía.
27:2d' a Madre do Vencedor sempre vencer.
29:1Nas mentes sempre tẽer
35:25que por aver Paraíso | sempre sofría afán;
37:21sempre dos coitados, quéras que acorrudo
41:21e sempre a séu Fill' é rogador
43:17e por séu servidor sempre | na sa eigreja o désse;
44:22e aver-m-ás sempre por servidor.
45:7Aqueste de fazer dano | sempre s' ende traballava,
45:19E, porque sempre os bõos | lle davan mui gran fazfeiro
51:4sempre mui ben os ampara.
54:21fazía sempre baixada a tésta,
55:8e porend' en todo tempo | sempre sas óras dizía
55:18andando sempre de noite, | come se fosse ladrõa.
58:32ca sempre punnei en fazê-los téus
59:66teve sempre por sinal,
62:42fez e sempre faz, ca dest' é tẽuda.
65:11E o óme bõo sempre lle rogava
65:97e el depós el, sempre o aguardando,
66:29aquí, que sempre perfía
67:61e como lle lealmente | sempre serviço fezéra.
71:11De grandes orações | sempre, noites e días.
71:48E des entôn a monja | sempre muit' omildosa-
74:13ca tu sempre mal fazes, e do ben non
75:94e non ajas outr' empeço, | mais sempre goio e riso,
78:6com' aos séus sérvos é sempre pïadosa.
79:4e sempre faz ben.
80:5e que téu Fillo sempre faz
84:26e pero parou i mentes | sempre mui mais des entôn.
85:44d' ángeos, que sempre cantan ant' el doces sões.
87Como Santa María mandou que fezéssen bispo ao crérigo que dizía sempre sas óras.
87:2sempre Santa María.
87:12sempre Santa María.
87:18sempre Santa María
87:24sempre Santa María.
87:30sempre Santa María.
87:36sempre Santa María.
87:42sempre Santa María.
91:47ca ela sempre ven quando
93:23a Déus nen a sa Madre, e sempre rezou
95:12de todo ben, que aos séus sempre dá guarida,
100:23u Déus ten | sempre goi' e riso
103:5ll' ía sempre que lle mostrasse | qual ben en Paraís' á
104:17que nas nóssas grandes coitas | nos guarda sempre de mal,
107:38dizendo: “Sempre será
107:44daquela que sempre seja
107:53e foi sempre ben creente
109:42e d' os dïabos sempre destroír.
111:46foi pola que sempre ten
114:8mais ca ren, e sempre o acomendava
115:2sempre ven
115:15del, e sempre nos guía.
115:245sempre e alegría.”
119:40sempre en Santa María esperanç' ouvéra;
120:11Ca en ela sempre acharán
121:45e con quantos a loavan | sempre muito a loou,
123:35Sempre terrá sigo algũu sinal
123:37aos que a sérven e sempre lles val
124:2sempre aquí lle demóstra | o ben que pois lle fará.
124:38pola sa gran pïadade, | e sempre nos manterrá.
125:13Des i sempre lle rogava | que lle mostrass' algũa ren
125:66O crérigo que disséra | sempre sas óras, essa vez
125:94soon de que casar quige, | mai-lo démo, que sempre sól
130:16e esta dando-o sempre mais val;
131:29a Madre de Déus, e sempre dessa vez
132:23sempre acarôn vestía.
136:8u estav' ũa omage da que sempre seja
136:22que lle pareceu por sempre por gran demostrança.
137:18e fazía sa promessa sempre mentireira.
137:30non caesse pelo démo, que sempre mal cheira
137:42ca de salvar os séus sempre é mui sabedeira.
139:39u sempre cant' e
139:48ouvéres, sempre pois migo seerás (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
141:40com' ela fez e faz sempre muit' ameúde.
142:42sempre con Déus e de nós non destên.”
145:4per mi, porque sempre voontad' ajades
145:28foi oír a missa da que sempre seja
146:20sempre mui ben e con razôn.
147:37dizend': “Esto fez a Virgen | que sempre teve belmez.”
151:5sempre con maas molléres, | e casadas e solteiras,
151:34en séus feitos e que sempre | faz sas mercees enteiras.
151:38pola Virgen, cujas óbras | son sempre dereitureiras.
153:43que sempre quér nósso ben;
155:53sempre nas mui grandes coitas | e ar guarda-os de mal;
158:8e ele con mui gran coita | sempre de noit' e de día | Santa María chamava
160:11u sempre por nós rogará,
163:22e des alí adeante | punnou sempre en loá-la.
164:4que i éra gran miragre, | porque sempre servidor
164:32e assí estede sempre; | e per esto s' entendeu
166:17e demais está rogando | sempre por nós pecadores;
166:18e porên devemos todos | sempre seer séus sogeitos.
167:30Santa María e sempre | a ouv' en gran reverença.
168:5de fazer sempre ben; e sei
169:15deles éra oída, | e sempre d' oqueijôn
170:1Loar devemos a que sempre faz
170:20mentre for vivo, e sempre direi
174:4Santa María e sempre | a ela s' acomendava;
175:16e que muitas falssidades | fazía sempre cad' ano,
176:12de cera que i levasse, | e sería sempre séu
178:6e loaredes a Virgen | que sempre por nós traballa.
179:5con que nos sempre ajuda
180:10devïamos sempre, ca por nós véla.
180:24e sempre punna de mal nos guardar,
184:30e sempre reconnocesse | a Virgen e a loasse,
184:32este feito e que sempre | óm' en sa loor estude.
186:10avía ena servir por sempre ja.
188:8que mui de coraçôn sempre | a amou des meninnez
192:23sempre cada día,
193:35E depois lles ar contava | como sempre as vigías
193:41branco, que me guardou sempre, | per que non recebí dano;
193:49e el dalí adeante | sempre serviü de grado (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
196:1Sempre punnou muit' a Virgen | per u fosse connoçuda
196:36e pois el viu o omagen | daquela que sempre seja
196:46óme contar non podía, | ca sempre en ben estuda.
201:6que sempre por nós róga | a Déus a noit' e día.
201:12que de virgĩidade | é sempre ẽemigo,
203:3Por esto dev' óme sempre | a servir e a guardar
204:24e o córpo por ja sempre | de forniço se quitar,
213:5ca sempre dos que a chaman | é amparanç' e escudo;
220:5que sempre a loemos; | ca de loor comprida (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
220:6éste e sempre será.
221:9que sempre Déus e sa Madre | amou e foi de séu bando,
222:2non lle nozirá poçonna, | e dar-ll-á por sempre vida.
222:14mantẽen, que pois nos céos | ajan por sempre guarida.
225:9que dizía sempre missa | da Madre do Rei celéste;
230:4a aquela que sempre dá
233:2son con Déus e con sa Madr' e | sempre fazen séus mandados.
233:42loores, porque son sempre | os séus por ela guardados.
236:18que sempre muito guardásti, | queiras este méu guardar.”
237:27sempre tal di'; e un garçôn | séu ouv' ên coita féra,
239:65que sempre d' érr' e d' ocajôn
243:27que sempre nas grandes coitas | acórr' aos pecadores;
244:34aa que sempre séu nome | bẽeito seja. Amên.
245:20da Santa Virgen, e sempre | fazía sa oraçôn
248:9rogar aa Grorïosa, | aquela que sempre dá
251:19Sempre quando a madre | à eigreja orar
251:23E levava-lle sempre | rósa ou outra fror
253:32en que muito bon miragre | sempre faz e saboroso
255:112acórre sempre: non quis nulla vez
255:127e loaron a que sempre seja
261:49ángeos son que o sempre veer
264:5de rogar a séu Fillo, | ca sempre por nós óra
264:18feitos grandes miragres | e sempre os fazía.
264:25dos judéus e do démo, | que sempre nos espreita
265:12mais de grand', e sempre des sa meninnez
265:15De saber. E soube sempre ben sen mal,
265:19E sas óras todas sempre ben rezou,
265:47E sempre lle conssellava que con Déus
265:49sempre ben fezéss', e póbres e roméus
265:105ant' o altar. Mais la que sempre aduz
267:41mai-lo démo, que sempre nósco traballa,
268:9e servindo-a de grado | sempre sen nulla dultança,
272:6devemos mais d' outra cousa | sempre servir e loar.
272:49e a mollér depois sempre | a serviu, e porên sei
273:2sempre nas cousas minguadas | acórre e dá conssello.
274:38que moiras; e no méu Fillo, | que te fez, sempre confía.”
274:54feitos sempre vós loade | de tal Sennor todavía,
276:61sempre é mui loada e (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
277:41por onrra da Virgen santa, | e sempre o jajũassen
280:14demais nósso ben sempre deseja.
280:22d' ir a logar u a sempre veja.
286:33que tan grand' é sa bondade | que sempre faz o mellor;
288:9e alí sempre fazía | sa vida e sa morada,
290:17Bẽeito seja quen sempre servir
291:42óme, ca se me servires, | sempre i pódes gãar.”
292:2sa lealdad' a aquele | que acha sempre leal.
292:20ca el sempre a servía | e a sabía loar;
294:22que en Déus sas voontades | tẽen sempre mui ferventes.
294:31O ángeo teve sempre | depois a mão tenduda
295:5a un Rei que sas figuras | mandava sempre fazer (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
295:38sempre saúd' e me guarda | dos que me quéren nozir.”
296:10que sempre fará est' a | quena servir soubér.
296:25e sobre tod' aquesto | sempre me loarás,
296:34demais valrrá-lle sempre | u a mestér ouvér.
297:36ante tornará a rédr', e | sempre será malandante;
297:39Tod' aquest' assí avẽo: | ca sempre fez sa fazenda
297:41sempre dalí adeante, | e Déus quis fillar emenda
298:50e seerei sempre túa servidor.”
301:9pero sempre jajũava | días de Santa María,
304:2das cousas limpias se paga | sempre, tal é séu costume.
304:8non ficou, que é da Virgen | que sempre bẽeita seja,
305:1Sempre devemos na Virgen | a tẽer os corações,
305:19E u quér que ela ía, | sempre sa carta levava
305:57quant' ela do séu quisésse, | per que sempre viviría
309:16desta Virgen grorïosa | que sempre bẽeita seja,
310:5Ca sempre santivigada
310:10ca sempre fez bõa vida,
311:10por un óme que a sempre | servía con mui gran fé.
311:25ía sempre, com' oístes; | e séu compannôn assaz
311:44e porend', enquant' éu viva, | sempre no coraçôn méu
311:49que sempre seja loada | enquanto o mundo for,
315:30que sempre sospeitava | que morress' afogado.
316:10mais que sempre a sabiades | servir, temer e amar.
322:4mais sempre en todo tempo | d' acorrer no-nos demóra
324:30loand' a que é loada | e deve sempre seer.
328:2que séu nome pelas térras | seja sempre nomeado.
330:12Qual é a que sempre bõa
331:12boínno dũus doz' anos, | e sempre s' en el catava
331:23Enquant' a missa disséron, | sempre fez aqueste dóo,
333:18el sempre a Grorïosa | que daquela malautía
333:35Jazend' assí na eigreja | sempre gemend' e chorando
335:85que móstra grandes miragres | sempre aos pecadores,
336:3Ca assí com' ele sempre | anda buscando carreiras
336:12a esta mui Grorïosa | e que sempre a loava
336:50a que sempre pecadores | porende loores demos.
340:44Ca sempre en ti atura
341:46val-me, ca tu sempre vales | aos que tórto non fazen.”
346:24aa Virgen grorïosa, | a que sempre sejan dadas,
349:3Ca pero é mais que santa, | sempre lle creç' a vertude
350:10con Déus sempre te traballas,
350:48que tu sempre manteviste,
353:4miragre que fez a Virgen, | que sempre nósso ben quér,
353:14en que vivan con el sempre | sen coita e sen pesar.
353:58dou end' a maior partida | e vou-llo sempre levar.”
355:97que todo o mund' avonda | e nósso ben sempre avanta, (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
360:1Loar devemos a Virgen | porque nos sempre gaanna
362:11Pora trager as reliquias | sempre ena precissôn.
365:8sempre a noit' e o día | en séu coraçôn dultava
366:25ben préto de tres domaas | e sempre apregoando,
374Como ũus almogavares, que sempre entravan a térra de mouros e éran desbaratados, tevéron vigía na capéla do alcáçar de Xerez e prometeron-lle ũa dõa, e entraron en cavalgada e gannaron mui grand' algo.
375:18de Déus que nos sempre vee,
377:12en tal que aquesta óbra | sempre a mui ben fezésse;
378:18mostrou i sa gran vertude, | ca sempre fez o mellor.
380:13sempre nos crecía;
380:20sempre quér nósso ben,
380:48de sempre lle pedir
384:22dïabo que sempre punna | de nos meter en errores.
384:25e pero assí jazía, | viínna-lle sempre a mente (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
386:54ca o que a mui ben sérve | sempre con ela gaanna.
390:1Sempre faz o mellor
393:24vigía da Virgen santa, | que sempre bẽeita seja,
399:6a creceren en ben sempre | e toller nemiga.
401:37e que de méus amigos | veja sempre prazer,
401:39e que sempre ben sábia | empregar méu aver,
401:98me bon galardôn dado; | e sempre fïará
406:12que sempre aja | de nós pïadade
406:19e nós roguemos | a que sempre duitas
406:24aa que sempre | por nós pecadores
415:26ouvéssemos sempre de Déus perdôn.
418:32aquest' ouv a Grorïosa, | pero sempre con amor;
418:34Jesú-Cristo, Déus e óme, | que por sempre regnará. (†)Click on the line number reference to view footnotes in context.
419:15E depois morou sempre | dentr' en Jerusalên,
421:8sempre noit' e día